Campanha de gratuidade da 2ª via do Cartão Bem Legal Cidadão é prorrogada

5 de maio de 2021

Uma boa notícia para quem perdeu a oportunidade de fazer a segunda via do Cartão Bem Legal Cidadão sem pagar nada durante o mês de abril: a campanha de gratuidade foi prorrogada e vai continuar até o fim de maio. Com isso, ainda mais passageiros de Maceió poderão ter acesso à bilhetagem eletrônica no transporte público, de forma prática e segura.

Para solicitar a segunda via do Bem Legal Cidadão, o procedimento continua o mesmo. Basta comparecer a um posto de atendimento do Cartão Bem Legal (no Centro ou nos terminais do Benedito Bentes, Eustáquio Gomes, Colina e Cruz das Almas) com seu RG e CPF. A campanha será válida até o dia 31 deste mês.

Vale lembrar que a primeira via do Cartão Bem Legal Cidadão também é gratuita para todos, independente de campanha. Ela pode ser solicitada nos mesmos pontos acima, e também no Posto Já do Maceió Shopping.

Segundo Guilherme Borges, presidente do Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Passageiros de Maceió (Sinturb), a prorrogação da campanha é resultado do aumento na demanda constatado no mês de abril. “Tivemos muitas solicitações da segunda via durante o período de isenção da taxa, então decidimos ampliar esse benefício para que ainda mais passageiros possam adotar a bilhetagem eletrônica sem custo nenhum”, explica.

A modalidade Cidadão é voltada para o passageiro comum, que não tem acesso aos cartões Escolar (para estudantes) ou Vale-Transporte (fornecido por empregadores), mas que utiliza os ônibus para seus deslocamentos.

Onde fazer?

A segunda via pode ser solicitada em qualquer um dos pontos a seguir, de segunda a sexta (exceto feriados):

-Posto Bem Legal Centro: 7h às 17h

-Terminal do Benedito Bentes: 9h às 12h

-Terminal do Eustáquio Gomes: 5h30 às 17h30

-Terminal do Colina: 5h às 17h

-Terminal de Cruz das Almas: 6h às 18h

6 Comentários em “Campanha de gratuidade da 2ª via do Cartão Bem Legal Cidadão é prorrogada

FLAVIA MARIA DA SILVA
13 de maio de 2021 em 00:01

Meu cartão tá bloqueado, o que devo fazer?

Responder
Tony Melo
17 de maio de 2021 em 12:26

Cara Flavia Maria,

Se o seu cartão foi bloqueado por USO INDEVIDO pelo Sistema de Biometria Facial, você deverá se dirigir a sede da SMTT localizado na Av. Durval de Góes Monteiro, de segunda a sexta, exceto feriados, das 08h:00min às 14h:00min, munido do cartão e de um documento oficial com foto.

Você pode entrar em contato com a SMTT através do e-mail atendimento@smtt.maceio.al.gov.br ou através do WhatsApp (82) 98232-2887.

Responder
SAULO PORFÍRIO
20 de maio de 2021 em 15:24

HOJE PASSEI NA TRANSPAL E PRECISEI DA SEGUNDA VIA POR QUE A EMPRESA EM QUE TRABALHO TRANSFERIU CRÉDITO PARA UMA CARTEIRA ANTIGA. NÃO ME ORIENTARAM PARA A GRATUIDADE DA CARTEIRA. FUIORIENTADO A PAGAR QUASE 30 REAIS, COO NÃO TINHA VOLTEI PARA CASA SEM RESOLVER MEU PROBLEMA.

Responder
SAULO PORFÍRIO
20 de maio de 2021 em 15:26

E NEM FIZERAM A TRANSFERENCIA DE CRÉDITO PARA O CARTÃO QUE POSSUO.

Responder
Tony Melo
21 de maio de 2021 em 16:34

Caro Saulo Porfírio,

Primeiro gostaríamos de esclarecer que a empresa na qual trabalha não transfere crédito e sim compra créditos para o seu Cartão Bem Legal Vale-transporte.

Segundo, que não existe gratuidade para solicitação de nova via de Cartão Bem Legal Vale-transporte.

A gratuidade momentânea é somente para a segunda via do Cartão Bem Legal Cidadão (usuário comum).

Ressaltamos que o uso do Cartão Bem Legal Cidadão (50.02.00…) por funcionários de uma empresa constitui uma ilegalidade, deixando a empresa a margem do que determina a Lei Federal Nº. 7.418, de 16 de Dezembro de 1895, em consonância com o Decreto Decreto Nº. 95.247, de 17 de Novembro de 1987, que regulamenta a Lei Nº. 7418, de 16 de Dezembro de 1985, que institui o Vale-transporte, com a alteração da Lei Nº. 7.619, de 30 de Setembro de 1987, que estabelece de forma clara os direitos e obrigações dos empregadores e dos seus empregados beneficiários do Vale-transporte.

O Cartão Bem Legal Cidadão (50.02.00…) é o cartão voltado para o usuário comum, que não é estudante (não possui o Cartão Bem Legal Escolar), não recebe o benefício do Vale-transporte (não possui o Cartão Bem Legal Vale-transporte), mas que se utiliza do transporte público para os seus deslocamentos.

O Cartão bem Legal Cidadão (50.02.00…) não é e nem substitui o Vale-transporte (50.04.00…). Possuem finalidades distintas.

Responder
Tony Melo
21 de maio de 2021 em 16:34

Caro Saulo Porfírio,

Primeiro gostaríamos de esclarecer que a empresa na qual trabalha não transfere crédito e sim compra créditos para o seu Cartão Bem Legal Vale-transporte.

Segundo, que não existe gratuidade para solicitação de nova via de Cartão Bem Legal Vale-transporte.

A gratuidade momentânea é somente para a segunda via do Cartão Bem Legal Cidadão (usuário comum).

Ressaltamos que o uso do Cartão Bem Legal Cidadão (50.02.00…) por funcionários de uma empresa constitui uma ilegalidade, deixando a empresa a margem do que determina a Lei Federal Nº. 7.418, de 16 de Dezembro de 1895, em consonância com o Decreto Decreto Nº. 95.247, de 17 de Novembro de 1987, que regulamenta a Lei Nº. 7418, de 16 de Dezembro de 1985, que institui o Vale-transporte, com a alteração da Lei Nº. 7.619, de 30 de Setembro de 1987, que estabelece de forma clara os direitos e obrigações dos empregadores e dos seus empregados beneficiários do Vale-transporte.

O Cartão Bem Legal Cidadão (50.02.00…) é o cartão voltado para o usuário comum, que não é estudante (não possui o Cartão Bem Legal Escolar), não recebe o benefício do Vale-transporte (não possui o Cartão Bem Legal Vale-transporte), mas que se utiliza do transporte público para os seus deslocamentos.

O Cartão bem Legal Cidadão (50.02.00…) não é e nem substitui o Vale-transporte (50.04.00…). Possuem finalidades distintas.

Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *